Port

Venda de PCs no Brasil deve desacelerar em 2018

27/03/2018 - 16:03

Volume de PCs a ser vendido no país este ano deve ser de 5,3 milhões

As vendas de computadores pessoais no Brasil devem crescer a um ritmo menor em 2018, após expansão de 15% em 2017 que veio após cinco anos de quedas, afirmou a empresa de pesquisa de mercado IDC, nesta terça-feira.

O volume de PCs a ser vendido no país este ano deve ser de 5,3 milhões, 2% acima das vendas de 5,19 milhões registradas em 2017, informou a companhia.

“A tendência é mais de troca de equipamentos para atualização do que compra da primeira máquina, (que reflete em) uma maior preocupação com qualidade e menos procura por produtos de entrada”, disse o analista de pesquisa da IDC Brasil, Pedro Hagge, em comunicado à imprensa.

“O segmento de PCs já é bem consolidado e maduro, com uma boa penetração de mercado”, acrescentou.

Em 2017, as vendas geraram uma receita de 11,73 bilhões de reais, que representa um crescimento de 3,3% ante 2016, calculou a IDC.

A diferença na expansão em relação ao volume vendido ocorreu diante de uma queda de 10,5% no preço médio das máquinas no ano passado, para 2.262 reais. “A redução nos preços se deve à cotação mais favorável do dólar, além das ofertas que impulsionaram as vendas durante o ano”, afirmou a IDC.

“Foi o primeiro ano de crescimento nas vendas de computadores no país desde 2011, graças a fatores como a liberação do FGTS, que contribuiu para o poder de compra do consumidor, e o melhor Black Friday desde que começou a ser realizado no país, o que se pode creditar a um aumento da confiança do consumidor. As empresas também voltaram a fazer investimentos para atualizar seu parque instalado (de PCs)”, disse Hagge.

  Mais notícias