Port

Chega ao mercado o minidesktop Positivo Master C820 focado em conectividade e otimização de espaço

22/02/2018 - 10:02

A Positivo Tecnologia amplia sua linha Positivo Master, focada em atender às funcionalidades requisitadas pelo segmento corporativo em dois pilares: tecnologia de ponta e confiança. Desta vez, a novidade é o minidesktop Positivo Master C820 com oito portas USB 3.1, voltado à plataforma high-end ao oferecer mais segurança e gerenciamento remoto avançado comtecnologia Intel vPro. O novo equipamento é ultracompacto e flexível, com possibilidade de uso em diversas posições e arranjos. Ele ainda entrega alta performance com baixo consumo de energia.

O Master C820 otimiza ao máximo o espaço de trabalho e pode ser posicionado na mesa na posição vertical ou horizontal ou ainda atrás no monitor, com a instalação do suporte VESA, se assemelhando a um all-in-one. O equipamento é muito versátil ao suportar monitores e uma grande quantidade de dispositivos com oito portas USB de alta velocidade, dez vezes mais rápidas que a USB 2.0. Conta com mais segurança graças ao chip TPM, que possibilita criptografia de dados via hardware, e sensor de intrusão, para proteção contra a violação do hardware. Conta com a tecnologia Intel vPro para contribuir com a redução de gastos de TI por meio do gerenciamento remoto e seguro do parque de máquinas. Adicionalmente, com foco em reduzir custos pós-venda, traz recursos como o Intel ATM - Active Management Technology, que facilita a manutenção à distância, o gerenciamento remoto para a força de trabalho móvel e a limpeza de disco rígido. Ademais, a máquina suporta a tecnologia de virtualização Intel VT-d, caracterizada pelo uso de vários sistemas operacionais e aplicativos em partições independentes.

O Positivo Master C820 está à venda por preços a partir de R$ 2.400. Este e os demais produtos da linha Positivo Master são desenvolvidos pensando na atualização e no suporte pré e pós-venda. São máquinas robustas e resistentes para empresas que buscam sua utilização para alta produtividade.

  Mais notícias