Port

JDR Studio aumenta atuação internacional e ajuda a divulgar o mercado de games brasileiro

14/11/2017 - 10:11

Na onda da gameficação mundial, JDR Studio prevê crescimento de 60% no próximo ano, 3 vezes mais do que o crescimento anual do mercado brasileiro, e ajuda outras empresas a expandir seus negócios para outros países.

“Estamos crescendo com foco no mercado internacional”, explica Thaynan Mariano, CEO da JDR Studio, ex Jogos do Rei, desenvolvedora de games que alcançou mais de 9 mil clientes pagantes em 2017 e que já teve mais de 50 milhões de jogadores online nos últimos 8 anos. “Nossas mais de 20 mil partidas por dia no site de jogos de cartas mostram como o mercado está crescendo e como estamos abrindo caminho para novos desenvolvedores aumentarem sua atuação

Segundo o IBGE, o faturamento do setor de games em 2016 foi de US$ 1,6 bilhão, 25% a mais que em 2014. Um crescimento que vai na direção oposta às consecutivas quedas do setor de serviços. Segundo a Abragames (Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais), temos cerca de 300 empresas de games no país e proliferam, no mundo todo, eventos para promoção de novos negócios.

A Abragames reúne, hoje, mais de 115 empresas em 17 estados brasileiros. Dessas, apenas 7% estão internacionalizadas: “hoje, fazemos parte de um grupo seleto de empresas que estão se voltando também para o mercado mundial”, reflete Thaynan. Segundo a Abragames, as empresas que foram impulsionadas pelo programa BGD alcançaram um faturamento de US$ 17.399.150,00, um crescimento de 57,6% em relação aos resultados do ano anterior. A JDR Studio enfatiza a nova fase de crescimento: “já experimentamos o mercado internacional com o lançamento do Peace is Possible, no Summit da Malásia, em agosto. Hoje, temos mais de 100 países conectados pelo jogo social, primeiro do mundo com o tema da paz. Agora é a vez de levar nosso core business a um público cada vez maior”, explica Thaynan.

A Jogos do Rei foi criada em 2009 por 4 amigos, que resolveram se juntar e desenvolver jogos. O projeto deu tão certo que virou uma empresa, que oferece mai do que um simples site de jogos, mas plataforma social de jogos, já que permite a interação entre os jogadores, por meio de fóruns, por exemplo. Este ano, ainda, a empresa deve lançar o aplicativo do jogo e outros lançamentos estão programados para 2018. “O mercado de jogos nacionalmente e globalmente só aumenta. Uma indústria que ultrapassou os mercados de cinema e música juntos. Fora isso, o Brasil está sendo procurado por ter um a oferta incrível de jovens desenvolvedores”, lembra Thaynan.

  Mais notícias