Port

Mercur busca reconstruir a cadeia sustentável da borracha

10/04/2017 - 10:04
Mercur busca reconstruir a cadeia sustentável da borracha

O Projeto Borracha Natural visa conectar os seringueiros com as empresas para criar uma relação de aprendizado

Desde 2010, a Mercur atua no Projeto Borracha Natural que visa estabelecer um modelo de comercialização diferenciada entre as empresas e as comunidades extrativistas. A Mercur adquire uma parcela da borracha natural (látex), matéria-prima utilizada em grande parte dos produtos da empresa, dos seringueiros das Reservas Extrativistas do Xingu (Rio Iriri e Riozinho do Anfrísio), no município de Altamira, no Pará e de uma cooperativa de seringueiros do município de Tarauacá no Acre. Desta forma, a empresa possibilita que os seringueiros possam desempenhar um papel relevante na proteção e conservação das florestas, assegurando-lhes melhor qualidade de vida com foco na remuneração justa, que substitui o menor preço ou preço de mercado.

“Interagir com os povos da floresta amazônica através do Projeto Borracha Natural, tem possibilitado um rico espaço de aprendizagem para todos os colaboradores que se envolvem de alguma forma no processo. Conviver com pessoas simples, mas de grande sabedoria quando se trata de conhecimento sobre a natureza, nos permite compreender a interdependência entre todos os seres vivos do planeta e as suas relações de vida”, explica Jorge Hoelzel Neto, conselheiro de administração e facilitador da Mercur.

O projeto abre espaço para uma relação dinâmica de aprender-ensinar-aprender entre as comunidades extrativistas e as instituições envolvidas. “Tão importante quanto as vivências in loco, tem sido também o compartilhamento dos aprendizados com todos os demais colaboradores da empresa, que são feitos através de rodas de conversas e outros espaços de aprendizagens criados para que todas as pessoas interessadas possam acessar as práticas e as possíveis oportunidades de se engajar em novos processos e projetos”, declara Hoelzel.

Através do projeto, a Mercur busca uma (re)construção da cadeia sustentável da borracha, com base em modelos de negócio inovadores que promovam condições sustentáveis de produção florestal. Ao mesmo tempo, que contribuam para a preservação da cultura e para o desenvolvimento das comunidades extrativistas.

“Além disso, a partir desta interação das diversas culturas cria-se um novo espaço para a valorização da diversidade de ideias, conhecimentos e práticas de vida até aqui muitas vezes desprezadas, mas que, sem dúvida, são fundamentais para a conservação da nossa espécie no planeta”, finaliza o facilitador da Mercur.

  Mais notícias